Texto por Colaborador: Redação 28/02/2024 - 15:30

O CEO do Borussia Dortmund e presidente do conselho de supervisão da DFL, Hans-Joachim Watzke, acredita que o recente colapso do plano de investidores é ruim para a Bundesliga.

Em meio a fortes críticas e protestos generalizados de torcedores, a DFL anunciou no início deste mês que estava abandonando os planos de trazer investimentos externos para a Bundesliga. A decisão veio apenas dois meses depois que a maioria dos 36 clubes das duas principais divisões do futebol alemão votou a favor de um acordo de investimento com um parceiro de private equity, que visava aumentar o valor da Bundesliga como um todo.

Houve muita reação dos fãs contra o acordo, com os torcedores acreditando que era contra o regulamento 50+1. Os torcedores deram a conhecer suas opiniões, e dezenas de partidas foram interrompidas por torcedores jogando bolas de tênis e mais itens no gramado.

Hans-Joachim Watzke, que foi um dos maiores defensores do plano de investidores da DFL, agora se pronunciou sobre o assunto. O CEO do BVB acredita que nem todos os torcedores foram contra o plano. E também sente que o abandono do plano é ruim para a liga.

"Cinco por cento dos torcedores - o que não é tanto, mas são os torcedores organizados - eram contra", disse Watzke à AFP. "O torcedor médio não teve problema com isso. Talvez 500 ou 800 no estádio, a torcida organizada, eles tinham uma posição clara, nenhum investidor. Como chefe da Bundesliga, sempre tive a sensação de que a clara maioria dos clubes a apoiava, mas nas últimas semanas isso mudou."

"Pode ter certeza que não há problema para Bayern de Munique e Borussia Dortmund. É um problema para os outros clubes da liga. O dinheiro do investidor seria perfeito para ajudar toda a Bundesliga a crescer. Bayern e Dortmund farão o nosso próprio caminho se for necessário." (Via BVB Buzz)

Categorias

Ver todas categorias

BVB está certo em manter Terzic na próxima temporada?

Sim

Votar

Não

Votar

84 pessoas já votaram