Texto por Colaborador: Redação 26/06/2022 - 23:55

Lothar Matthäus falou na conversa de futebol com o apresentador da Sky, Riccardo Basile, sobre as transferências do Bayern e seu relacionamento com Uli Hoeneß.

Lothar Matthäus (61) gradualmente desistiu de seu status de lenda do Bayern nos últimos anos - e, em vez disso, caiu regularmente no papel de principal crítico dos campeões em série alemães. Em primeiro lugar, o recordista nacional criticou o trabalho da equipe de gestão em torno do CEO Oliver Kahn (52) e do diretor esportivo Hasan Salihamidzic (45).

Enquanto isso, foi tão longe que Kahn se defendeu publicamente no tz ("Lothar nunca administrou um clube depois de sua carreira de jogador e treinador. Infelizmente, ele interpreta seu papel como um bom especialista em futebol cada vez mais como um fornecedor de manchetes" ) e Salihamidzic procuravam conversar juntos durante o café da manhã.

Matthäus defende críticas à transferência: "Se jogam mal, não posso elogiá-los"

"Muitas vezes conversamos sobre isso porque Hasan sempre me diz: você é muito crítico comigo. Você é muito crítico do FC Bayern", revelou o ex-jogador de futebol mundial em entrevista ao apresentador da Sky e estrela do Let's Dance, Riccardo Basile (30), na conversa sobre futebol em sua cidade natal, Fulda. Mas, segundo sua própria declaração, Matthäus não se deixa influenciar por isso: “Sim, se eles jogam mal, não posso elogiá-los. Se as transferências não funcionarem, não posso dizer: Ótimo!"

Aos olhos do capitão campeão mundial de 1990, Bouna Sarr (30), Marc Roca (25) e Marcel Sabitzer (28) foram más compras. Omar Richards (24) também não teria trazido nada. Corentin Tolisso (27) e Fiete Arp (22) não teriam cumprido seus papéis.

"E o que é? Agora todos devem ir, embora ainda tenham contratos válidos. Bem, em algum lugar minhas declarações dos últimos dois anos foram apropriadas. No final, é assim que eles reagem e concordam comigo”, insiste Matthäus.

Matthäus sobre Salihamidzic: "Hasan também fez boas transferências"

Além disso, é claro que nem todas as transferências podem ser tão bem-sucedidas quanto a de Alphonso Davies (21), que veio do Canadá por dez milhões de euros: "Hasan também fez boas transferências. Mas quando você elogia alguém e diz: Nossa, ótima transferência! Então ele não vem e diz: Obrigado por me elogiar. Mas se você criticar ele, então no dia seguinte ele pega o telefone e diz: Ei, o que você disse mesmo: transferência ruim. Custou apenas cinco milhões.” O contra-ataque de Matthew geralmente soa assim: “Sim, mas os cinco milhões poderiam ter sido melhor investidos.”

Telefonemas emocionais com Uli Hoeneß - Matthäus: "Não consigo dizer uma palavra"

Matthäus também teve discussões emocionantes com o patrono do Bayern, Uli Hoeneß (70). O presidente honorário sempre liga para ele com um número suprimido. Mas quando o celular toca no domingo de manhã e diz "anônimo" na tela, Lothar sabe: só pode ser Uli! "Porque ele assistiu ao jogo no sábado à noite, que acompanhei como comentarista. E quando o Bayern perde por 2-1 ou 3-1 para o Mainz 05 ou em outro lugar, torna-se crítico. Em seguida, ele repreende por cinco minutos”, relata Matthäus e dá uma visão do mundo emocional em Tegernsee:

"Não consigo dizer uma palavra, apenas Uli Hoeneß está falando. Isso é incrível. Ele repreende e repreende. E quando Uli Hoeneß fica sem fôlego, você diz: Uli, também posso dizer algo sobre isso? Então continua por mais um minuto e em algum ponto você começa a conversa. Depois de 15, 20 minutos ele diz: Por que você não passa por Tegernsee e vamos tomar um copo de vinho."

Matthäus encantado com o golpe de Mané: "Um rosto do futebol mundial!"

Matthäus agora é mais conciliador, e isso também tem a ver com a transferência de Sadio Mané (30) do Liverpool para Munique. "Felicitei Hasan Salihamidzic por esta transferência quando ele a empurrou. Porque: suponho que Mané teria tido a oportunidade de assinar com outros clubes também.” Essa transferência não é apenas um destaque para o Bayern, mas também para a Bundesliga: “Mané é a cara do futebol mundial!” 

Via TZ