Texto por Colaborador: 14/05/2018 -

Coluna do Breno  - Olá! Sejam bem-vindo a mais uma coluna. Acabou a temporada. E a expectativa comparada com a realidade foi absolutamente melancólico. Uma das piores, em todos os sentidos possíveis. Precisando apenas empatar, o time auri-negro conseguiu quase perder uma vaga na Liga dos Campeões. E se perdesse, não seria nenhuma grande surpresa pelo futebol praticado. Ninguém se salvou nessa temporada. Todos tiveram a sua parcela de culpa.

Quem também tem grande culpa é a diretoria. Ela por sinal tem mais culpa, pois os jogadores que vestiram esse manto não têm culpa por terem vindo. E também as suas escolhas para treinador. Foi tudo errado. É um ano para esquecer e levantar as mãos e agradecer pela vaga direta para a fase de grupos da Liga dos campeões. Não escapou pela incompetência dos seus adversários que fizeram pior do que o Borussia.

O primeiro fato que deve ser colocado aqui, é a escolha do treinador. Peter Bosz. Ele sucedeu a Peter Tuchel. Que para mim pessoalmente, foi um grande erro. Mas Bosz também vinha de uma grande temporada pelo Ajax. O seu nome apareceu em grandes times e os diretores do BVB quiseram se antecipar e fechar. Fechou, mas também pelo andar da carruagem, não foi com tanta certeza.

O segundo ponto, foi o fato da própria demissão do treinador no andamento da competição. Ou seja, só mostrou que as convicções que a diretoria tinha não era tão grandes. E dentro de campo o time também não deu liga. E os resultados também não foram como esperado. E as eliminações deram que era preciso uma mudança. Tentar salvar pelo menos a temporada.

O time dentro de campo também não foi o mesmo do ano anterior. Um time desorganizado o ano inteiro. E com jogadores jogando por nome. E muitos também que não tem a cara do BVB. Adicione a isso também a mania de contratar jogadores jovens, sem experiencia de grandes jogos. Não sou contra, é preciso trazer bons valores, mas é preciso ter calma para colocá-los em campo.

E o que também ficou muito desnivelado foi contra o time vermelho. Tomamos nove gols. sendo que no segundo turno foi uma goleada de 6 a 0. Foi um dos maiores vexames da temporada. Só conseguimos fazer um gol, um misero gol. Foi pouco por um clube que nos últimos anos conseguiu gradualmente bater de frente. E nesse ano mostrou que ainda é preciso evoluir.

E no fim foi um fim melancólico. A comemoração de ir para a vaga direta é mais um alivio de que qualquer outra coisa. Até porque até os últimos minutos poderíamos ter perdido a vaga. E olha que nos esforçamos muito para isso. Foi um dos piores anos dentro de campo.  

Por: Breno Benedito

Categorias

Ver todas categorias

BVB deve renovar com Reus para a próxima temporada?

Sim

Votar

Não

Votar

331 pessoas já votaram