Texto por Colaborador: 20/01/2022 -

Blog da Muralha Amarela - Olá amigos auri-negros, sejam muito bem-vindos a mais uma coluna. Espaço esse para falar do nosso querido BVB. Aqui, todas as opiniões são válidas. Também esperamos respeito ao próximo, sem xingamentos e ofensas. Concordar ou discorda é o que engrandece o debate. Sem mais delongas, o tema da semana é: Ano de vexame

Primeiro a desclassificação na fase de grupos, e agora, num jogo ruim – o que está sendo normal -, o BVB proporciona o segundo vexame da temporada. A derrota para o St. Pauli nas oitavas de final da Copa da Alemanha. Vocês se lembram de uma coluna que fiz antes da virada do ano perguntando qual era o papel do BVB? Ainda não tinha uma resposta, e agora menos ainda.

Se a temporada 20/21 terminou em alta – campeão da Pokal e parou nas quartas de final da Champions -, esse ano mesmo com a segunda colocação, a temporada foi para o saco. O torcedor que tinha esperança, agora não terá, pois viu um time do começo do ano até o momento com uma defesa bizonha que sofre gols e mais gols, não que isso não seja rotina, mas acentuou.

O time marca mal, as linhas espaçadas, completamente mal organizado, confuso, apático. Mas do que isso, algumas coisas mesmo  elas falam por si só. Jude negando a ajuda de Rose, mostra que algo está acontecendo dentro do BVB. É um time muito diferente, sem alma, sem brio de lutar.

É um time completamente mudado de Terzic, que entregou a Rose um grupo em alta – como foi falado numa coluna –, com jogadores em autoestima. Terzic pode até não ser um grande treinador, mas com o básico, com confiança fez o time ser campeão, e entregou a Marco Rose uma pressão a menos.

Agora a pressão voltou. Se ele conseguiu estabilizar o time na Bundesliga, não pode se dizer em outras competições. Agora faz um segundo vexame. O torcedor que tinha esperança de vir dias melhores não vê isso, mas vê um time em decadência. As coisas precisam ser revistas imediatamente porque outro vexame pode acontecer.

O que era para ser um ano de festas de 10 anos de Reus no BVB, agora vai se tornando um ano melancólico, sem perspectivas. Lutar pelo título por mais que esteja seis pontos, o torcedor não vê a menor chance de dar uma reviravolta. Enfim, um ano com vexames vai deixando o torcedor desiludido.

Por Breno Benedito

Categorias

Ver todas categorias

BVB deve renovar com Reus para a próxima temporada?

Sim

Votar

Não

Votar

332 pessoas já votaram