Atualmente no Cicago Fire, meio-campista crê que os Bávaros não precisam realizar mudanças no elenco e faz planos para título da Champions League

 O Bayern de Munique adicionará apenas um troféu à sua galeria na atual temporada - clube quebrará o recorde de cinco títulos seguidos da Bundesliga -, mas por mais modesto que seja para o time, Bastian Schweinsteiger não crê que seja necessária uma reconstrução no elenco.

Campeão mundial pela Seleção Alemã no Brasil, o meio-campista que deixou a Allianz Arena rumo ao Manchester United, em 2015, e agora joga pelo Chicago Fire, dos Estados Unidos, na Major League Soccerm ainda acredita que os Bávaros têm muito poder e não concorda com a sugestão de que o plantel precisa de mudanças.

"Não, o Bayern de Munique é para mim um dos três maiores clubes do mundo no momento. Não é fácil quando você perde na Champions League, ou quando você perde uma copa nacional. Eu sei o como se sentem. Mas o Bayern ainda é um clube enorme e eles não precisam de uma transição na minha opinião", disse à Goal.

"Eles têm grandes jogadores, eles têm tudo lá. Às vezes, nestes jogos, quando Real Madrid, Barcelona, Bayern ou Juventus estão jogando um contra o outro, há pequenos detalhes que fazem a diferença para vencer ou não", comentou.

Schweinsteiger admitiu que não estava feliz ao ver o Bayern cair para o Real Madrid nas quartas de final da Champions League e também para o Borussia Dortmund na semifinal da DFB Pokal, mas o vencedor do torneio continental em 2013 não pensa que o time demorará a faturar títulos grandes novamente:

"Eu estou certo que, nos próximos dois ou três anos, eles vão vencer a Champions League de novo", comentou.

GOAL.COM