Südtribüne BLOG  - O Borussia Dortmund entrou em campo neste sábado (4) contra o Bayern de Munique e foi presa fácil, acabou derrotado por 3 a 1.

E o que são esses mesmos erros? Primeiro, escalação, Schmelzer apesar de toda a identificação com o clube não pode deixar Raphael Guerreiro no banco, mesmo voltando de lesão. Bartra é zagueiro, não lateral. Castro não vem bem, neste jogo até deu um passe ou outro e participou do gol, mas em geral não está bem. O segundo ponto são as desatenções defensivas. Não é de hoje que o time leva muitos lançamentos longos que chegam em condições boas para os adversários. Bolas fáceis perdidas resultando em contra-ataques. O sistema defensivo deixa os zagueiros muito expostos, a todo momento os adversários ficam no mano a mano lá atrás e contra o fortíssimo Bayern isto é fatal.

Na parte de criação temos um grande ponto positivo chamado Cristian Pulisic, se não fosse por este nome não teríamos criado pelo menos 70% de nossas chances de gol, já que era ele quem tentava acelerar o jogo, quem passava a bola com consciência, ele na sua individualidade contribui muito com um time pouco inspirado. Um time com Aubayameng muito apagado e participando pouco novamente e Yarmolenko que não estava nos seus melhores dias.

A fase ruim também não ajuda, no começo quando o time estava encaixado muitos viam mil maravilhas, mas não é assim, é um time que precisa crescer, precisa evoluir, mas primeiro de tudo, é um time que precisar SE AJUDAR. Bosz precisa tomar providências, corrigir os erros do time, ter uma conversa com os jogadores e mostrar que este elenco consegue mais do que vem apresentando nos últimos jogos. O time precisa ter a consciência de que com a virtual eliminação da champions league, a Bundesliga tem peso ainda maior e se os erros não forem corrigidos, poderemos ter problemas no futuro.

Por Gabriel Mafra / Contato: Twitter @GabrielMafr4