BLOG DO BRENO - Olá seja bem-vindo a mais uma coluna. E hoje vamos falar de algo que ocorreu e foi muito especial na última partida, e não estou me referindo ao jogo em si. Mais tarde eu falo sobre a partida e o que foi para mim a temporada. Mas quero falar sobre o que me chamou atenção: o momento de aplausos para o zagueiro Marc Batra e sobre o atentado em Manchester

Para quem não sabe, o defensor ficou ferido antes da bola rolar pelas quartas de final da Liga dos campeões. Mais um momento muito tenso na Europa. Os atentados nos últimos dias tem causado enorme preocupação.  E no último dia ficamos triste com a noticia que ocorreu em Manchester. Vou deixar de lado a bola de lado para falar de seres humanos.

É impossível não se emocionar. Graças a deus não aconteceu algo de tão grave com a pessoal Marc Batra. Não vou aqui falar se ele e um bom ou mau zagueiro. O choro emocionado na apresentação do jogo é digno de aplaudir. Acredito que fora a rivalidade dos clubes existe amor e compaixão. Daqui no Brasil ficamos atônitos com o fato.

Acredito que nós seres humanos fomos feitos, criados, seja lá o nome, para dar amor, carinho. Não cobnsigo entender porque pessoas cometem algo desse tipo. Todos nós somos irmãos, seja de sangue ou não. Ficamos chocados com a Chapecoense, porque temos sentimentos! Não aceito, por mais que seja verdade, que as pessoas tenham ódio, rancor, raiva de uma das outras.

Foi uma cena linda o que ocorreu no nosso estádio. Eu tenho orgulho, muito orgulho mesmo desses “irmãos”, que nem conheço e sabem reverenciar momentos tão marcantes. Foi assim com a Chape, Subotic e agora com Bartra.

Nos, do Borussia Brasil, lamentamos o que aconteceu no último dia (22) de abril. Estamos solidários a vitimas do atentado. Pessoas como Bartra, e algumas perderam suas vidas num momento de lazer. São pessoas inocentes que nada tem haver com as brigas ocorridas. È preciso repensar no ser humano.

Reinteramos que nos somos contra a qualquer tipo de violência! O mundo precisa de amor  e abraços e também de muito sorriso. Não importa o que a outra pessoa é porque a beleza está pode dentro e não fora. ​