O investimento direto de 35 milhões de euros na contratação de Renato Sanches continua a dar o que falar na Alemanha e agora a apenas uma rodada para o encerramento da temporada são publicados os balanços e as inevitáveis comparações... as quais podem originar polêmica. E quando há um jogador do grande rival Borussia Dortmund que está a ser colocado em destaque em contraste ao português, o clima 'esquenta'.

Ousmane Dembélé. É esse o jogador cujo desempenho na estreia arrancou elogios de comentaristas e jornalistas - e do próprio Borussia Dortmund - e alimentou artigos onde, inevitavelmente, surgiam referências a Renato Sanches. O Bayern Munique teria ficado farto da situação e tratou de responder de forma - e a um nível - que deverá ter resposta.

A apresentação do FC Bayern Campus, instalações que acolherão as equipes de formação e femininas clube, foi o palco escolhido por Uli Hoeness e Karl-Heinz Rummenigge, presidente e presidente executivo, respetivamente, comentarem o tema.

"É mais difícil integrar e fazer evoluir um jogador como Renato Sanches no Bayern do que no Borussia Dortmund, porque para o fazer aqui é preciso tirar o lugar a alguém como Arturo Vidal", afirmou Hoeness, recusando a ideia de que Carlo Ancelotti não é um treinador que aposta em jovens.

Rummenigge foi mais direto, referindo-se à classificação atual da Bundesliga: "O Borussia Dortmund com o Dembélé ficou a 18 pontos do Bayern com Renato Sanches."

Dembélé participou em 47 jogos do Borussia Dortmund em todas as competições (31 na Bundesliga), somando nove gols e 20 assistências (seis/12 na Bundesliga), sendo contratado por 15 milhões de euros.

No Bayern Munique, Renato Sanches fez 25 jogos, 17 dos quais na Bundesliga, nove deles como titular.

RECORD PT