O Borussia Dortmund se sagrou campeão da Copa da Alemanha, neste sábado, após vencer o Eintracht Frankfurt por 2 a 1, no Estádio Olímpico, em Berlim, conquistando sua 4° Pokal da história. Os gols foram marcados por Dembélé e Aybameyang, pelo lado aurinegro. E Rebic pelo time de Niko Kovac.

Com o resultado, a equipe de Thomas Tuchel, que terminou em terceiro colocado do Campeonato Alemão e está na próxima Liga dos Campeões, encerra o sua temporada com um título.

Mais de 70 mil torcedores diviridam o estádio e realizaram um grande espetáculo. E dentro de campo as duas equipes corresponderam a altura. Um belo jogo de futebol. Ao seu final o Borussia depois de três anos seguidos chegar a final e bater na trave, o time de Thomás Tuchel com justiça, principalmente no segundo tempo levantou o seu quarto caneco na Copa da Alemanha. O que pode ser o último gol de Auba com a camisa 17 do clube. E sem duvida foi um grande jogo.

O Frankfurt não se entregou tentou até o fim. O jogo começou muito emparelhado. As duas equipes estavam afim de buscar o ataque. E quem começou de melhor forma foi o time de Thomas Tuchel. Logo aos 8 minutos de partida Dembélé recebeu a bola de Piszckek e deu um corte no zagueiro do Francfurt quase perto da linha de fundo e chutou no alto sem chance, fazendo 1 a 0. Só que o bom jogo do Borussia parou ai. O time de Frankfurt começou a gostar da partida.

Os adversários começaram a explorar o lado direito do time aurinegro. Aos 23 minutos do primeiro tempo o zagueiro Bartra se enrolou, tentu evitar um escanteio de deixou no pé do atacante Seferovic chutou nas mãos de burki. O gol do Frankfurt não demorou a sair. Aos 28 minutos, o empate veio, justamente pelo direito. O zagueiro Sócrates se enrolou na defesa e no contra-ataque Rebic ficou cara a cara com Buki e só colocou no canto deslocando o goleiro suíço. Só não virou ainda na primeira etapa graças a trave.

Na volta para o segundo tempo o técnico do Borussia teve que fazer uma alteração. Pulisic entrou no lugar de Marco Reus, que sentiu a perna e não teve mais condições. E o começo do segundo tempo o time aurinegro começou abafando e buscando o segundo gol. E a melhor chance do Borussia foi aos 4 mim. O meia Kagawa fez uma bela jogada e tabelou com o português Guerreiro, e chutou meio mascado. Ainda a bola foi dividida entre Valejjo e Pulisic, que foi pra fora. Depois a partida ficou muito equilibrada. Mas nenhuma das equipes teve uma chance clara de gol.

Mas, o time de Frankurt saiu da pressão que vinha sofrendo por parte do Borussia, isso se deu por conta da entrada Tawatha. Com isso, o time ganhou um pouco o meio de campo, mas não conseguiu evoluir para o último passe. Quem estava meio sumido até o presente momento era Auba. Não teve até perto dos 20 minutos do segundo. E na sua primeira chance real do gabonês a bola bateu na trave. Após uma bela jogada do francês Dembéle ele cruza e Aubameyang faz um voleio e bateu na trave. E de imprimir um ritmo mais forte e de estar mais perto do gol, o borussia foi premiado.

O meia jovem Pulisic, que entrou e deu outra dinâmica ao jogo, sofreu a falta do goleiro Hradeky, que recebeu o cartão amarelo. E ai veio a segunda chance para Auba. Com toda categoria, o camisa 17 com frieza so deu uma cavada e foi para o abraço. O 2 a 1 abriu o jogo completamente. O time de Frankfurt foi pra cima para tentar empatar e dando muito trabalho para o goleiro Burki, porém a chance mais clara foi do borussi. Auba chutou e a bola beliscou o travessão aos 39 minutos do segundo tempo.

EINTRACHT FRANKFURT 1X2 BORUSSIA DORTMUND

DORTMUND: Burki; Piszczek, Bartra (Durm), Ginter, Papastathopoulos e Schmelzer (Gonzalo Castro); Raphael Guerreiro, Dembelé e Kagawa; Marco Reus (Pulisic) e Aubameyang

FRANKFURT: Hradecky; Abraham, Hector, Vallejo, Chandler (Meier) e Oxzupka; Medojevic (Tawatha), Gacinovic, Marco Fabián (Blum) e Rebic; Seferovic

Gols:  Dembélé, aos 7 minutos do primeiro tempo, Aubameyang, aos 21 minutos do segundo tempo / Rebic, aos 29 do primeiro tempo.
Cartões amarelos: Dembélé (Borussia Dortmund)Gacinovic, Hradecky e Abraham (Frankfurt)