Confira o que disse Thomas Tuchel na conferência de imprensa após a vitória. O treinador falou sobre a partida, classificação e a ausência de Marc Bartra.

A vitória sobreo Ingolstadt: " Parabéns ao Ingolstadt por seu desempenho, acho que eles jogaram muito bem hoje. Conseguir tal resultado após uma semana tão intensa é brilhante. É claro que não fizemos nosso melhor jogo. A frescura mental, a rapidez e a precisão nos passes devem estar mais presentes. Temos lutado para poder jogar no campo do adversário e perdemos a bola muitas vezes. Se você consegue vencer este tipo de partida sem sofrer gol então o resultado é ainda melhor no dia seguinte. É por isso que eu me tornei o treinador aqui: Porque eu tenho uma equipe que é capaz de ganhar esse tipo de jogo apesar de algumas falhas."

Sobre a situação na tabela: "É maravilhoso o que estamos fazendo. Quando você está em nossa situação e quer tomar o máximo de pontos, esse tipo de resultado vale ouro."

As últimas semanas: "Não é fácil de gerir tudo quando jogamos um jogo a cada 3 dias, especialmente para os jovens jogadores, alguns dos quais são hipnotizadas no plano físico, mas também há um stress mental. Os jogos têm de ser analisados mas não temos o tempo pois imediatamente você está de volta no campo. Berlim, Lotte e Ingolstadt, quando temos o tempo de analisar corretamente? E depois, além disso, havia o sorteio da liga dos campeões, em 12 h, todo mundo fala sobre isso e você começa já a pensar. Sim, mas temos de começar um jogo da Bundesliga a jogar esta noite, às vezes, o resultado final pode ser a conclusão deste que viu esta noite."

Sobre a ausência de Marc Bartra: " Marc sofre de problemas aos adutores desde de manhã e a dor não se dissipava na sequência de um tratamento intensivo no último treino. Ele tentou aquecer e ele realmente queria jogar. Ele acabou de jogar 7 partidas, ele nunca conheceu esse tipo de intensidade nos últimos anos. Eu pensei que era muito arriscado fazer ele jogar e assim assumir um risco, com uma lesão. Devido ao nosso mês de abril sobrecarregado, este não é o momento de ter dos lesionados."