Relembramos mais um "Jogo histórico" entre Auri-negros e Bávaros. Em 2014, Aubameyang marcou e vestiu a máscara do "Homem-Aranha" para comemorar a vitória por 2 a 0 sobre o Bayern de Munique, que contou com os "vilões" Lewadowski e Götze, ex-jogadores aurinegros e considerados traidores pela torcida do Borussia. Mkhitaryan fez o outro.

A máscara foi uma homenagem do atacante gabonês ao ex-companheiro Jeremy Janot, goleiro do Saint-Étienne que costumava vestir o adereço em fotos oficias da equipe francesa. Este foi o quinto título do Borussia Dortmund na Supercopa da Alemanha, o terceiro em cima do Bayern de Munique - os outros foram em 1989 (4 a 3) e 2013 (4 a 2).

O Bayern deu a impressão que começaria domindo o Borussia Dortmund, já que, logo aos 2 minutos, Shaqiri entrou pela esquerda da grande área e bateu cruzado, para ótima defesa do goleiro Langerak. Mas ficou só na impressão mesmo.  Após escapar do perigo, os aurinegros dominaram completamente a partida e passaram a pressionar insistentemente. O gol, porém, estava maduro: aos 23, Mkytharian arrancou pelo meio e tentou enfiada, mas a bola bateu na zaga do Bayern e voltou. Ligado no lance, o próprio armênio chegou batendo de peito de pé e estufou as redes do arqueiro da seleção alemã, que nada pode fazer.

O segundo só Borussia só não saiu logo em seguida porque Neuer estava ligado. Aubameyang entrou em velocidade pela direita e finalizou cruzado, mas o goleiro fez excelente defesa. Mesmo depois dos 40 minutos, os donos da casa seguiram martelando e criaram mais duas boas chances, ambas defendidas pelo arqueiro do Bayern, que levou o 1 a 0 para os vestiários.

Logo na volta do intervalo, os bávaros por muito pouco não empataram, em gol que certamente teria deixado a torcida do Dortmund com muita raiva: aos 40 segundos, o centroavante Lewandowski, ex-Borussia, recebeu enfiada de bola e finalizou forte, mas o goleiro Langerak defendeu com o peito. Após o susto, o clube aurinegro definiu a parada aos 17 da etapa complementar: Aubameyang abriu para Piszczek na direita, o lateral polonês cruzou com perfeição e o próprio atacante do Gabão testou firme para ampliar, fazendo a "Muralha Amarela" explodir de alegria.

Daí em diante, foi só controlar a bola e esperar o apito final do árbitro Peter Gagelmann para o Borussia Dortmund comemorar seu quinto título da Supercopa da Alemanha. A torcida local ainda aproveitou para tirar sarro de Lewadowski e também de Mario Götze, ex-jogadores da equipe, que se deram mal no retorno ao estádio Signal-Iduna Park.

FOTOS:

Gallery:26

13-08-2014 - BORUSSIA DORTMUND 2x0 BAYERN DE MUNIQUE

BORUSSIA DORTMUND: Langerak; Piszczek, Sokratis, Ginter e Schmelzer (Durm); Kehl, Kirch, Hofman e Mkhitaryan; Aubameyang (Adrian Ramos) e Immobile.
Técnico: Jürgen Klopp

BAYERN: Neuer; Boateng, Javi Martínez (Dante) e Alaba; Hojbjerg (Götze), Rode, Gaudino, Bernat e Shaqiri; Thomas Müller (Lahm) e Lewandowski.
Técnico: Josep Guardiola

GOLS: Mkhitaryan, aos 23 minutos do primeiro tempo; Aubameyang, aos 17 minutos do segundo tempo.

VÍDEO: