Arsène Wenger, técnico que orientou o Arsenal ao longo dos últimos 20 anos, termina contrato dentro de cerca de três meses e meio, mas a renovação continua a ser encarada como ‘tema tabu’.

A imprensa inglesa avançou, este domingo, com a informação de que o francês já teria recebido uma proposta para permanecer durante mais dois anos no Emirates, mas, na Alemanha, o cenário desenhado em bem diferente.

O jornal Bild assegura que os gunners estão descontentes com o trabalho do francês e que já terão feito uma proposta concreta a Thomas Tuchel, treinado do Borussia Dortmund. O Arsenal, recorde-se, está atualmente na sexta posição da Premier League e foi eliminado dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões após uma pesada derrota por 2-10 com o Bayern Munique, no conjunto das duas mãos.

Fonte: Noticiasaominuto.com