Südtribüne BLOG - Ousmané Dembelé resolveu se rebelar. Após as primeiras tratativas entre Barcelona e Dortmund não derem certo o jogador faltou ao treino da última quinta (10) e resolveu entrar em “greve” se recusando a falar com qualquer funcionário do clube. Isso foi uma atitude que causou surpresa, porque ele teria feito isso? Influência do seu “staff”? Já vimos muitos jogadores sendo fortemente influenciados por seus empresários e etc, mas a informação é de que até a equipe do jogador se surpreendeu com tal postura.

É uma atitude de certa forma inexplicável, pois o clube não endureceu a transferência, apenas negociou e pediu um valor que condiz com o jogador e principalmente com o mercado atual, em nenhum momento se negou e disse que não negociaria o atleta. Se ele esperava que essa postura fizesse com que a diretoria facilitasse algo, se enganou, além de aplicar uma multa de mais 100 mil euros suspendeu o jogador.

Ous também era muito querido dentro do grupo de jogadores, mas depois da atitude a informação é de que o elenco não gostou e estaria chateado com Dembelé. Então no final de tudo o que Dembélé conseguiu até aqui? Uma negociação ainda sem um desfecho, a desaprovação da diretoria, do elenco e da torcida o que tornaria difícil uma volta aos campos caso a transferência não saia do papel, ou não sair totalmente “por cima” de um grande clube que foi muito importante em sua carreira e aonde era muito querido pela torcida.

A maturidade muitas vezes demonstrada por Dembélé em campo lamentavelmente não apareceu fora dele.