BLOG DO BORUSSE - Hallo, Borusse! Neste sábado teremos o grande duelo contra o nosso arquirrival da Baviera, no jogo internacionalmente conhecido como “Der Klassiker”. Para esta partida, finalmente poderemos contar com vários jogadores importantes, que passaram um bom tempo em condições físicas duvidosas, como: Guerreiro, Schurrle e Schmelzer. Além, é claro, do retorno do grande astro do time: Marco Reus.

A grande importância de Reus nesse momento não é física, nem técnica, é psicológica. No futebol, assim como em qualquer esporte de alto nível, é indiscutível a importância da preparação psicológica de um atleta ou de um time. Não adianta somente o corpo conseguir fazer, a cabeça tem que acreditar que é possível para que o resultado aconteça. Marco é um grande líder no BVB e sua presença num clássico como o de sábado é de suma importância, seja no banco ou no gramado.

Um dos indícios da falta de força mental do nosso time nesta temporada é o fato de não termos ganhado nenhum jogo de virada. Foram 17 jogos, dos quais saímos atrás em 6 ocasiões, totalizando 3 derrotas (Leipzig, Bayern e Leverkusen) e 3 empates (Real, Hertha e Ingolstadt). Os jogos contra Leverkusen, Hertha e Ingolstadt foram jogos em que era claramente possível conseguir a virada, se não fosse a mentalidade apática do time e do técnico. Era como se os jogadores estivessem sem foco, desatentos. Sei que Reus não será a salvação de todos os nossos problemas (alô, zaga!), mas já será uma grande injeção de ânimo para o elenco aurinegro e elemento fundamental para que possamos vir a ganhar “Der Klassiker”.

Mais pra frente, quando ele se firmar com Gotze, Schurrle e Auba ao seu lado, veremos que nossos jovens (Pulisic, Dembélé e Mor) têm qualidade, mas ainda têm muito a aprender. E que quando consideramos um jogador formado, não tem somente a ver com idade, e sim saber jogar tanto individualmente como para o time (vejam o Weigl).

A verdade está aí: Reus inspira confiança nos companheiros de equipe e mete medo nos adversários!

Apertem os cintos, pois falta pouco pro nosso camisa 11 voltar a dar show!

HEJA BVB!