Borussia Dortmund.net.br

História

AMOR EM AMARELO E PRETO
Campeão da Bundesliga 1996

Nome: Ballspiel-Verein Borussia 1909 e. V. Dortmund
Apelido: Die Borussen (Os Borussians) e Die Schwarzgelben (Os Pretos Amarelos)
Fundação: 19 de dezembro de 1909 (102 anos)

RIVALIDADE COM SCHALKE 04

Por não se juntarem ao partido de Adolf Hitler, os dirigentes do Borussia foram afastados e, posteriormente, fuzilados. Nesse período, porém, cresceu a rivalidade com o maior rival do clube até hoje: o Schalke 04, que vivia grande momento, se tornou o principal adversário, e vitórias em competições regionais são lembradas desde então.

Essa rivalidade, inclusive, é considerada a maior da Alemanha. Borussia e Schalke movimentam as duas maiores torcidas, fato que é explicado pelo número de habitantes da região de Westafalia, conhecida pelas suas indústrias.

PRIMEIRO TÍTULO

Em 1947, por exemplo, o Borussia conseguiu seu primeiro título da Westfalia, região da Alemanha, vencendo o Schalke 04 na decisão por 3 a 2. Aquela equipe é conhecida como “lendária”.

Os sucessos fizeram do Borussia uma das referências para o futebol nacional. Em 1954 teve seu primeiro jogador disputando uma final de Copa do Mundo, na Suíça, pela campeã Alemanha. Foi o goleiro Heinrich Kwiatkowski o autor do feito.

PRIMEIRO TÍTULO ALEMÃO

Anos depois, vieram as primeiras conquistas mais importantes. Em 1956 e 1957, o BVB conseguiu o título de campeão alemão, ao vencer, na seqüência, Karlsruhe e Hamburgo. Assim, pela primeira vez em sua história, o clube participou de uma competição européia, a Recopa.

Em 1963, ainda conseguiu mais um título nacional. Foi o último da “era amadora” do país. Isso porque, logo na temporada seguinte, foi criada a Bundesliga, que organiza e dá nome ao Campeonato Alemão até hoje. Dois anos depois, o Borussia venceu pela primeira vez a Copa da Alemanha.

A maior glória daquele período, porém, viria apenas na temporada 1965/66. Naquele ano, o clube se tornou o primeiro alemão a vencer um torneio continental. Foi a Recopa, conquistada após final com o Liverpool, em Glasgow, na Escócia.

TEMPOS DIFÍCEIS

O desmanche daquela equipe vitoriosa, no entanto, afundou o Borussia em uma das piores crises de sua história. Em 1971/72, com problemas financeiros, o clube foi rebaixado à segunda divisão, de onde voltaria apenas em 1976. À época, o único alento foi a construção do Westfalenstadium, que até hoje é um dos palcos mais importantes do país.

Em campo, conseguiu outro título apenas no fim dos anos 1980. Em 1989, venceu mais uma vez a Copa da Alemanha, ao derrotar o Werder Bremen na final por 4 a 1.

PERÍODO DE OURO: O MUNDO VIRA AMARELO E PRETO!


Mas as mudanças positivas mais significativas só viriam mesmo na década de 1990, com a chegada do treinador Ottmar Hitzfeld. Logo em 1990/91, ele levou o time ao vice do Campeonato Alemão. Dois anos depois, mais uma segunda colocação, mas da Copa da Uefa, com derrota para a Juventus.

A revanche viria em 1996/97, na melhor temporada do Borussia em sua história. Depois de grande campanha, a equipe venceu a rival italiana na final da Liga dos Campeões. No fim do ano, ainda seria campeã mundial ao bater o Cruzeiro. Antes disso, o time já tinha alcançado sucesso em nível nacional. Em 1994/95 e 1995/96, o Borussia conseguiu o bi do Campeonato Alemão.

SÉCULO XXI

Até o fim do século 20, o time não repetiu o sucesso e caiu de produção. Teve um novo bom momento em 2001/02. Naquela temporada, com os brasileiros Amoroso e Éwerthon, o Borussia conseguiu mais um título nacional.

Após a conquista, o clube se desorganizou, e devido aos altos gastos com salários de jogadores, o BVB entrou em uma grave crise financeira. Depois de campanhas medianas, foi em 2011 que o  time voltou a ser campeão, foi a despedida de Dedé, e o início de um time que faria ainda mais história em 2012.

Comandado por Jürgen Klopp, o time auri-negro fez a melhor campanha da Bundesliga, somando 81 pontos, e ficando 23 jogos invictos: nada mais nada menos que a melhor campanha de toda história. Além disso, o time amarelo venceu 5 vezes seguidas o Bayern de Munique, e goleou o time da bavária por 5 a 2 na final da Copa da Alemanha, em Berlim, conquistando a dobradinha.